Terapeuta comportamental: o que você precisa saber para ser um profissional da área

Terapeuta comportamental: o que você precisa saber para ser um profissional da área

Terapeuta comportamental: o que você precisa saber para ser um profissional da área

A pandemia trouxe a sensação da necessidade de inovação pessoal e profissional. Perceber de maneira brusca que a vida é curta, fez com que muitos mudassem a área na qual sempre exerceram sua profissão, em busca muitas vezes de realizar o sonho de exercer aquilo que sempre desejaram mas nunca tiveram a oportunidade.

Há muito tempo atrás, o preconceito com tudo que estava relacionado à saúde mental, era imenso. Felizmente, esse tempo se foi! Agora, é um alívio estar a disposição de todos um profissional que pode ajudar em questões que antes não tinham solução e traziam tanta preocupação. Situações como ansiedade, depressão e vários tipos de transtornos descobertos, agora são tratados de maneira cautelosa, sábia, trazendo melhorias para a vida do paciente. É importante ressaltar que para atuar nessa área, você já deve ser um profissional formado. 

Terapeuta comportamental: o que você precisa saber para ser um profissional da área

O que devo fazer para me tornar um terapeuta?

Essa é uma área profissional em crescimento, que se tornou essencial em meio às consequências emocionais e psicológicas  que a pandemia trouxe. Em tempos de afastamento social, ela foi essencial para manter as pessoas com sua sanidade mental em dia, colaborando para que o desespero que toda essa situação trouxe, se tornasse tolerável.

Para ingressar nessa profissão, primeiramente é necessário uma formação em psicologia e uma especialização em psicologia clínica. Atualmente é de fácil acesso locais para essa formação, com aulas em EAD e com valores diversos, você com certeza encontrará um que se encaixe no seu perfil financeiro e estilo de vida.

Áreas de atuação

São diversas as áreas possíveis em que um terapeuta pode atuar e várias linhas de tratamento ou abordagem que ele pode optar. Estão entre os locais que um terapeuta pode exercer sua profissão: hospitais, instituições geriátricas, psiquiátricas e penais, empresas, clínicas, asilos e na atualidade se tornou possível o atendimento online que agregou e muito na vida dos pacientes.

Especializações disponíveis

Quanto mais se descobre sobre o funcionamento do cérebro, da psique e dos transtornos, mais essa área se alarga. Encontrar o tratamento correto faz toda a diferença e fazer o acompanhamento com um profissional capacitado também

Segue algumas das especializações disponíveis:

Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) um dos segmentos de referência que está em alta no tratamento psicoterapêutico, colabora para que o paciente encontre em si mesmo padrões, atitudes, pensamentos e comportamentos disfuncionais que influenciam negativamente nas suas ações e comportamentos.  Para exercer essa terapia, é necessário que o profissional se especialize, fazendo um curso de Terapia Cognitiva Comportamental estando assim capacitado para atender o paciente da melhor maneira.

Processo Psicodinâmico é uma junção de técnicas e métodos que se baseia na escuta terapêutica, onde a fala do paciente sobre si mesmo, sobre sua vida servirão como base  para a intervenção, interpretação e direcionamento do terapeuta.

A Gestalt-Terapia, também conhecida como abordagem Gestalt, é considerada mais humanista usada, geralmente, quando o paciente passa por crises de identidade. Onde os pacientes são estimulados e encorajados a não apenas falar sobre o que os aflige, mas a levar essas questões para a sala de atendimento, em tempo real, onde recebe auxílio do terapeuta para vivenciar essas situações da melhor maneira.

Continue lendo nosso site!

Claudio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *